terça-feira, 24 de novembro de 2009

Tipos de Cantiga


Cantigas de amigo e cantigas de amor


Ambos os tipos foram cultivados nas cortes portuguêsas por trovadores que era, em geral, nobres do sexo masculino. Contudo, apresentam certas diferenças de forma e de conteúdo.

  • As cantigas de amigo têm raízes nas tradições da própria península Ibérica, em suas festas rurais e populares, em sua música e dança, nas quais abundam vestígios da cultura árabe. Apresentam normalmente ambientação rural, linguagem e estrutura simples.
  • As cantigas de amor têm raízes na poesia provençal (de Provença, região do sul da França), ambientes finos e aristocráticos das cortes francesas e, portanto, prendem-se a certas convenções de linguagens e de sentimentos.

Cantigas de escárnio e cantigas de maldizer

As cantigas de escárnio e as cantigas de maldizer constituem a primeira experiência da literatura portuguesa na Sátira. Além disso, possuem um importante valor histórico como registro da sociedade medieval portuguesa em seus aspectos culturais, morais, linguisticos,etc.
Menos presas a modelos e convenções do que as cantigas de amigo e de amor; as cantigas satíricas buscaram um caminho poético próprio, explorando diferentes recursos expressivos.

  • As cantigas de escárnio são críticas, utilizando de sarcasmo e ironia, feitas de modo indireto, algumas usam palavras de duplo sentido, para que, não entenda-se o sentido real.
  • As cantigas de maldizer, utilizam uma linguagem mais vulgar, referindo-se diretamente a suas personagens, com agressividade e com duras palavras, que querem dizer mal e não haverá outro modo de interpretar.

Os temas centrais destas cantigas são as disputas políticas, as questões e ironias que os trovadores se lançam mutuamente.

As novelas de cavalaria - Surgiram derivadas de canções de gesta e de poemas épicos medievais. Refletiam os ideais da nobreza feudal: o espírito cavalheiresco, a fidelidade, a coragem, o amor servil, mas estavam também impregnadas de elementos da mitologia céltica. A história mais conhecida é A Demanda do Santo Graal, a qual reúne dois elementos fundamentais da Idade Média quando coloca a Cavalaria a serviço da Religiosidade. Outras novelas que também merecem destaque são "José de Arimatéia" e "Amadis de Gaula".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário